Crianças órfãs de Uruará buscam ajuda para superar a perda da mãe assassinada

Uma tragédia familiar abalou a comunidade de Uruará, no sudoeste do Pará, e agora seis crianças precisam da ajuda e do amparo da população para seguir em frente.

Crianças órfãs de Uruará buscam ajuda para superar a perda da mãe assassinada

Uma tragédia familiar abalou a comunidade de Uruará, no sudoeste do Pará, e agora seis crianças precisam da ajuda e do amparo da população para seguir em frente. Eliana Corrêa Ramos, de 35 anos, foi assassinada brutalmente pelo ex-companheiro na madrugada de segunda-feira (2), no Bairro Pimentolândia, deixando seus seis filhos órfãos.class="html-br">class="html-br">Eloyssiy Pamela Ramos Tavares, de 17 anos, filha mais velha da vítima, fez um apelo comovente nas redes sociais: "Eu tenho uma irmã de 13 anos, a Eloá; um irmão de 11 anos, o Marcos Samuel; um irmão de 8 anos, o Miquéias Silas; um irmão de 6 anos, o Moisés Salmo; um irmão de 3 anos, o Mezaque Sadre; e a minha irmã bebê de 1 ano e 8 meses, a Ana Vitória. Estou pedindo ajuda para eles poderem viajar, como roupas, sapatos, sandálias, produtos de higiene, fraldas e leite para a bebê. Quem puder ajudar, eu agradeço muito mesmo", implora a adolescente.class="html-br">class="html-br">Atualmente, as crianças estão sob os cuidados do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente de Uruará. A avó materna, buscando amenizar a dor e a perda, está a caminho da cidade para acompanhar os netos até Macapá, onde residem.class="html-br">class="html-br">Para contribuir com essa causa comovente, a chave PIX 703.960.442-63, em nome de Eloyssiy Pamela Ramos Tavares, está disponível para doações. Qualquer valor, por menor que seja, fará a diferença na vida dessas criançasclass="html-br">class="html-br">Mais informações sobre como ajudar podem ser obtidas pelo celular (96) 98411-6189.class="html-br">class="html-br">Fonte: Portal HS